Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  dom,   29/março/2020     
artigos

Vergonha: Assembleia mantém em sigilo nome do “deputado bonitinho”

22/01/2020 18:10:38
Gessi Taborda
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



FILOSOFANDO - “Uma sociedade sem preconceitos faz um mundo sem escrúpulos”. LOUIS DE BONALD, revolucionário, político e filósofo francês, nascido em 1754. 



Clique para ampliar

EDITORIALZIM
É ano eleitoral. E por isso já dá para constatar a onda crescente de intolerância e desinformação nas redes sociais e no setor midiático. Imagine como será quando a campanha propriamente dita começar. O que se observa como algo comum nas redes sociais é a manipulação criada para espalhar confusão na cabeça do eleitorado, numa clara tentativa de conspurcar já o processo democrático de que escolha marcado para outubro próximo.
No momento, o saudável debate no campo das ideias está completamente descartado. A preocupação é implodir lideranças com maiores chances de participar do pleito competitivamente. E aí surgem as malfadadas enquetes feitas sem qualquer rigor científico ou ético, quando não pesquisas fabricadas por institutos caça-níqueis.
Não sei porque tenho a nítida impressão de ter visto esse filme várias vezes. É esse tipo de prática que leva a sociedade ao pessimismo com a política e os políticos que, pelo visto, ainda não têm preocupação de melhorias de curto prazo.
Novamente veremos mais um desfile de pessoas cheias de ideias para fazer de nossas cidades verdadeiros paraísos, livres de crise. São aqueles sujeitos que ninguém sabe e ninguém viu surgindo como donos de soluções fáceis para problemas complexos, na maioria ideias utópicas e nada mais.
Pelo menos o atual prefeito de Porto Velho (que ainda não confirmou se vai disputar a reeleição), Hildon Chaves, demonstra não viver esse lugar comum. Ontem, quarta-feira, num ato acontecido no paço municipal, o prefeito deu posse a cerca de 200 professores aprovados em recente Concurso Público. Eles vão dar dinamismo ao setor do ensino municipal, melhorando sua qualidade.
Ao tomar essa decisão, Hildon Chaves demonstrou acreditar que a chave para abrir as melhores estradas para o desenvolvimento econômico e social é a Educação. É ela que garante as transformações necessárias para que todos possam lutar pelo desenvolvimento coletivo da nossa sociedade.
O prefeito, ao falar os novos membros do magistério, lembrou das dificuldades enfrentadas nessa sua primeira gestão para dar ao município condições de contratar mais profissionais para o ensino público. Foi preciso – destacou o prefeito – recuperar a cidade de sua falência econômica. Sem isso seria impossível realizar concurso público e contratações sem ferir a lei de responsabilidade fiscal.
A cidade precisa conquistar muitas outras demandas para melhorar a qualidade de vida de sua população, mas é a educação que pode ajudar o povo a ter mais respeito e civilidade na construção de uma democracia madura e saudável. Enfim, só a educação trará conhecimento e qualificação para enfrentarmos com mais sabedoria as grandes crises.
Ao falar para os novos membros do magistério, o prefeito fez um resumido balanço de sua gestão, deixando claro o papel preponderante de saneamento das contas públicas e o bom uso e dos impostos na capacidade do município de contratar mais de 200 novos mestres e mestras para melhorar o bem estar da população.

MARACUTAIA
Com uma operação de nome sugestivo (Dissimulação), o Ministério Público de Rondônia, acompanhado de agentes da polícia, deu uma batida na Assembleia Legislativa para investigar mais um ato de corrupção praticado por um dos membros daquele poder.
Um deputado cujo nome está mantido em sigilo usou dinheiro do contribuinte para pagar uma cirurgia plástica, estética, aproveitando-se de esquemas de corrupção comuns na sede daquele Poder. Pelo que consta, o tal deputado conseguiu pagar o procedimento com dinheiro público apresentando documentos falsos. Mais uma vez o presidente da Assembleia, deputado Laerte Gomes, nada disse. E continua fechado em copas.

TENDÊNCIA
A cada dia surge um nome novo na relação de pretendentes ao cargo de prefeito, a ser escolhido nesse ano. Tudo indica que a tendência à direita do eleitorado permanecerá nas eleições municipais, mas com eleitores se afastando de posições extremadas, tanto de um lado como de outro.
A esquerda pretende disputar as eleições desse ano com nomes que se destacaram na disputa passada. Mas no momento tudo é especulação. No estado, a esquerda está frágil e acuada. Não tem nem um nome com bandeiras de governo palatáveis ao grosso da população.

IMPACTO
A situação do prefeito da capital rondoniense melhorou muito a partir do ano passado, decorrência das várias obras realizadas, especialmente no campo das melhorias urbanas em ruas e avenidas esquecidas por décadas nas gestões anteriores.
Mas o prefeito precisa ainda de realizações de alto impacto para cimentar com tranquilidade a estrada da reeleição, o prefeito tem de conseguir a solução para casos como o transporte urbano da cidade. O sistema foi destruído nas gestões passadas, quando o último antecessor inventou a lástima batizada de SIM, como uma solução emergencial que deteriorou ainda mais o precário serviço que existia antes.

TRAJETÓRIA
Pode-se gostar ou não de Hildon Chaves, mas não se pode ignorar sua firme trajetória rumo a um objetivo que traçou com bastante antecedência e pelo qual tem articulado com vários partidos e personalidades. É bom lembrar que este é o primeiro mandato do prefeito. Ele ainda não tem a ginga dos políticos profissionais, daqueles tidos como verdadeiras raposas.
Mas no exercício da administração, realizando obras quase endêmicas, eliminando pontos de estrangulamentos da herança que recebeu (como os viadutos), o prefeito tem enorme espaço que para se manter a alternativa de centro, numa cidade cada vez mais cansada dos extremismos populistas que nos trouxeram à atual situação de penúria econômica, política e social.

SIMPLES
Os pequenos negócios que foram excluídos do Simples Nacional em 2019 têm mais dez dias de prazo para regularizarem suas pendências e fazerem uma nova adesão ao regime. Até o dia 31 de janeiro, os pequenos negócios que não tenham débito com a Receita Federal ou a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional podem voltar a fazer parte do Simples. O prazo também se aplica aos empresários interessados em aderir ao regime pela primeira vez.

VAGAS
O Orçamento Geral da União de 2020, publicado no Diário Oficial da União, do último dia 20, prevê 51.391 vagas em concursos públicos federais nos Poderes Executivo, Legislativo, Judiciário, Ministério Público da União e Defensoria Pública da União. Isso representa um aumento de 1.400% em relação à previsão de 3.369 servidores do Orçamento do ano passado.

CÂNCER
Um grupo de investigadores da Universidade de Cardiff, no País de Gales, encontrou um novo tipo da “Célula T” – responsável pela defesa do organismo contra ameaças desconhecidas, como vírus e bactérias – que poderá atacar e destruir a grande maioria dos tipos de câncer. “A nossa descoberta aumenta a perspectiva para os tratamentos contra o câncer. Esse tipo de célula pode ser capaz de destruir muitos tipos diferentes da doença. Antes, ninguém achava que isso fosse possível. Essa foi uma descoberta acidental, ninguém sabia que essa célula existia”, contou um cientista ao The Telegraph.

DERRUBAR
A Energisa continua resistindo aos esforços de políticos de Rondônia na proteção de consumidores de energia do estado. A distribuidora de energia em Rondônia está contestando na Justiça a lei 4659/2019, aprovada pela Assembleia Legislativa. A lei proíbe a Energisa de fazer a troca de medidores e padrões de energia sem a comunicação prévia aos consumidores rondonienses. Essa lei foi sancionada em novembro pelo governo do cel. Marcos Rocha,

CAMISETA
Lançada na noite da última quarta-feira, dia 22, a camiseta da Banda do Vai Quem Quer. O lançamento ocorreu na Casa de Cultura Ivan Marrocos. O colunista agradece o convite para participar do evento.




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: