Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  dom,   22/setembro/2019     
cidades

Vagas abertas em concursos somam 28.285 e salários chegam a R$ 22 mil

13/11/2011 18:15:22
Por Assessoria
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 


 
Quem quer ingressar no funcionalismo público terá boas oportunidades em novembro e dezembro. Levantamento do Correio mostra que 39 concursos abertos no Brasil somam 28.285 vagas em todos os níveis de escolaridade, além de cadastro de reserva. Os salários variam de R$ 545 a R$ 22 mil. Em cursinhos preparatórios, muitos candidatos já trocam os planos de tirar férias para se dedicar às apostilas. Sara Rodrigues, 24 anos, está de olho em um dos 2.088 postos que serão oferecidos em quatro grandes órgãos até o fim do ano e estuda mais de 10 horas por dia.

Formada em direito, ela pretende se inscrever na seleção do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que deve publicar, em 23 de dezembro, edital com 1.875 vagas de técnico de seguro social e perito médico, com salários de até R$ 6,5 mil. Ela também está se preparando para o concurso do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), cujas regras devem sair amanhã, e do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran/DF), que planeja abrir 100 vagas de agente de trânsito, com remuneração de R$ 5,4 mil. “Estou confiante no meu desempenho, que melhorou muito desde que comecei a estudar em tempo integral”, diz Sara. Ela garante que, para alcançar as metas, são necessários sacrifícios. “Vou passar o feriado estudando. Não abri mão dos meu hobbies, mas diminuí as saídas.”

Na avaliação de José Wilson Granjeiro, presidente do Gran Cursos, o certame do INSS será um dos mais disputados. “A estimativa é que 1,5 milhão de pessoas participem. Os candidatos devem se basear nos últimos editais e estudar disciplinas como legislação previdenciária, português e direito constitucional e administrativo”, sugere. Além desses órgãos, a expectativa é que a Advocacia-Geral da União (AGU) anuncie seleção para preencher 138 cargos de advogado e de procurador da Fazenda Nacional, com salário inicial de R$ 14,9 mil.

Com tantas oportunidades pela frente, o enfermeiro Leonel Rabelo, 24 anos, garante que vai estudar até ser aprovado. “Vou fazer todos os concursos que saírem até o fim do ano”, diz. O objetivo de Moniky Alves, 30, é conseguir um cargo em um tribunal. “Também vou fazer todas as provas daqui para a frente. Estou me dedicando, especialmente, para o TSE”, afirma. Por causa da maratona de estudos, ela se mudou para um apartamento perto do cursinho. “Saio de lá todos os dias depois de 22h. Então, fica perigoso ir para longe. Passo mais tempo estudando que em casa. Até tomo banho no cursinho.”

As colegas de turma de Moniky — Rosana Barreto, 34 anos, e Luana Vieira, 29 — também se esforçam para entrar na carreira pública. “Todo tempo que tenho, estudo, incluindo sábados, domingos e feriados”, diz Rosana. Ela procura estabilidade e bom salário. “Deixei meu antigo emprego para me dedicar totalmente aos estudos. Nessas horas, o apoio da família é essencial. Meu marido me dá todo o suporte.” Luana aproveitou a suspensão de concursos feita ao longo do ano, por causa da meta de ajuste das contas públicas, para ficar à frente dos concorrentes. “Tivemos mais tempo para ver as matérias gerais. Não desanimei. Agora, espero colher os frutos”, afirma.

Diretor da Academia do Concurso, Paulo Estrella destaca que, no próximo ano, o Brasil deverá reforçar o quadro de segurança pública para receber a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016. “O país vai precisar de policiamento. E, como os candidatos ainda passam por treinamento depois de serem aprovados nas avaliações, os concursos devem ser feitos logo”, acredita.

No DF, a Polícia Civil está com 58 vagas abertas para o cargo de perito criminal, com salário inicial de R$ 13,3 mil. A Polícia Federal aguarda autorização do Ministério do Planejamento para preencher 1.024 cargos de agente, escrivão, delegado e papiloscopista. Na PF, 2.270 servidores da carreira poderão se aposentar até 2016. Isso sem contar os 1.379 que já reúnem condições para parar de trabalhar, mas optaram por ganhar abono de permanência.

Estou confiante no meu desempenho, que melhorou muito desde que comecei a estudar em tempo integral” Sara Rodrigues, bacharel em direito.



Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias

23/11/2012 20:12:09 - SINDCONTAS ganha novo portal

Publicidade: