Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qui,   9/julho/2020     
política

Confúcio cogita mudança em secretariado até fim de 2011

6/10/2011 08:40:26
Por Rubens Coutinho
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 


 

O governador Confúcio Moura (PMDB) disse, na noite desta segunda-feira, que poderá mudar o primeiro escalão do Poder Executivo estadual ainda este ano. “É possível mudar um ou dois nomes até dezembro. Deus queira que não precise, mas, se for preciso, é uma mudança natural. Não tem Governo que não mude. Temos ai o exemplo da presidente Dilma, que já trocou vários ministros”, acrescentou Confúcio.

Sobre a insatisfação de setores do PMDB com a atual composição do primeiro escalão governamental, Confúcio disse ter consciência dessa questão e, por isso, tem procurado ampliar o espaço peemedebista no Governo, “mas governar por meio de alianças é muito complicado”.

EDUCAÇÃO Com relação a acumulação de cargo pelo jornalista Júlio Olivar – secretário estadual de Educação e superintendente do Turismo - , Confúcio disse que estabeleceu um prazo de 90 dias para que ele apresente um bom trabalho na Seduc. “Se der certo, fica na Educação”.

O governador não descartou mudanças na Casa Civil. “Isso (a possível troca de secretários) depende da relação com a Assembleia Legislativa. Nós estamos convivendo bem com os parlamentares”.

O Tudorondonia apurou que existe um movimento, no Palácio Getúlio Vargas, para colocar o sub-chefe da Casa Civil, Edvaldo Soares, primeiro suplente do PMDB, na Assembleia, em vaga que poderá ser aberta por Edson Martins, Zequinha Araújo ou Marcos Donadon. Para isso é preciso levar um dos três para o Governo.




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: