Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  dom,   17/outubro/2021     
política

Estado, MPC e MP firmam acordo e João Paulo receberá R$ 30 milhões do Detran

22/8/2011 19:23:54
Por Assessoria
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



Segundo Érika Saldanha, através dessa experiência, também foi possível constatar a relação indireta existente entre os acidentes de trânsito e o tímido exercício de parte das atribuições do Detran. 


 
O Governo do Estado firmou, na manhã desta segunda-feira (22), um pacto de compromisso perante os Ministérios Públicos de Contas (MPC) e Estadual (MP), garantindo o repasse, no prazo de quatro anos, de R$ 30 milhões da arrecadação do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) para o Hospital de Pronto-Socorro João Paulo II, além da instalação de uma unidade geriátrica em Porto Velho.

O documento foi assinado na sede do MP, em solenidade que contou com o governador do Estado, Confúcio Moura, o diretor do Detran, vice-governador Airton Gurgacz, a procuradora-geral do MPC, Érika Patrícia Saldanha de Oliveira, e o procurador-geral de Justiça, Héverton Alves de Aguiar.

O pacto foi assinado também pelos titulares da Procuradoria-Geral do Estado (PGE), das Secretarias do Estado de Planejamento e Coordenação Geral (Seplan) de Saúde (Sesau), da Superintendência de Licitações (Supel), do Departamento de Obras e Serviços Públicos (Deosp) e do Hospital João Paulo II. Também estiveram presentes, os conselheiros do Tribunal de Contas, Edílson de Sousa Silva, Paulo Curi Neto e Wilber Carlos dos Santos Coimbra.

Durante a solenidade, o procurador-geral de Justiça, Héverton de Aguiar, classificou a assinatura do pacto como uma realidade construída através do diálogo e do entendimento, visando atender situação emergente, diante da crescente demanda provocada pelos acidentes de trânsito em Porto Velho. “É a vitória do bom diálogo”, frisou.

Já a procuradora-geral do MPC, Érika Saldanha, lembrou que a assinatura do pacto e o consequente repasse dos recursos do Detran para o João Paulo concluem um ciclo de trabalho que envolveu, entre outras ações, visitações dos membros dos Ministérios Públicos às unidades de saúde do Estado.

“Nessas visitas, foi possível acompanhar o funcionamento dessas unidades de saúde e verificar o quanto os acidentes de trânsito impactam na realidade do trabalho realizado pelo João Paulo”, disse a procuradora-geral.

Segundo Érika Saldanha, através dessa experiência, também foi possível constatar a relação indireta existente entre os acidentes de trânsito e o tímido exercício de parte das atribuições do Detran, como a orientação preventivo-educativa e a fiscalização. “A prova dessa relação é que, após as recentes medidas adotadas pelo Detran relativamente à fiscalização do trânsito, só em um final de semana, os atendimentos no João Paulo II forem reduzidos de 127 ocorrências para 68”, acrescentou.

Em sua fala, o governador Confúcio Moura lembrou que o pacto assinado com os Ministérios Públicos é de suma importância para que o Estado efetive ações visando melhorias no João Paulo. “Mas para acabarmos com esse genocídio real no trânsito de nossa Capital e também do interior, temos de contar com o envolvimento de todos, principalmente do cidadão”, afirmou.

Já o diretor-geral do Detran, Airton Gurgacz, destacou o engajamento das instituições envolvidas na construção do pacto: “Com a participação de todos, estamos neste momento atendendo essa demanda e repassando ao Pronto-Socorro João Paulo os recursos necessários para amenizar essa situação.”

Por sua vez, o diretor-geral do João Paulo, Sérgio Mello, disse que os recursos possibilitarão melhorias, especialmente quanto ao atendimento traumatológico, tanto de urgência quanto emergencial: “Há uma necessidade premente de leitos para internações traumatológicas, decorrentes do crescimento dos acidentes de trânsito”, completou.

DETALHES
De acordo com o termo assinado nesta segunda-feira, os recursos serão repassados pelo Detran ao Pronto-Socorro João Paulo II em 41 parcelas mensais, havendo a liberação imediata de R$ 3 milhões.

Os valores totais serão utilizados na construção de uma usina de oxigênio dentro do João Paulo, na ampliação do número de leitos, em obras na fachada do hospital para a melhoria do atendimento e na instalação de uma unidade geriátrica dentro do Hospital Infantil Cosme e Damião.

Segundo uma das cláusulas do pacto, todas as aplicações dos recursos serão acompanhadas pelo MPC e pelo MP, além das fiscalizações ordinárias que são realizadas pelo Tribunal de Contas do Estado, uma vez que são envolvidos recursos oriundos dos cofres do Estado.



Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: