Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qua,   25/novembro/2020     
política

Mangabeira Unger visita Rondônia e fala em projeto de desenvolvimento

18/1/2011 14:27:31
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 



Clique para ampliar
Na manhã de ontem (17) o governador Confúcio Moura recebeu em seu gabinete o professor de Direito da Universidade de Harvard (EUA) e ex-ministro de Assuntos Estratégicos Roberto Mangabeira Unger.

Unger coordenará a implantação do Programa Rondônia de Desenvolvimento: “É preciso que haja um novo modelo de desenvolvimento em Rondônia, precisamos construir uma democratização de oportunidades e assim fazer surgir uma nova classe média, a partir de pessoas que conseguiram crescer e sair da linha da pobreza”, destacou Mangabeira.

De acordo com o governador Confúcio Moura o projeto terá início com monitoramento e análises que indicarão o que deve ser feito para dinamizar o crescimento do Estado: “Escolhemos o Mangabeira, que tem grande experiência e capacidade para coordenar este projeto. Durante alguns meses ele virá para Rondônia e percorrerá o estado para conhecer as necessidades e potencial de cada região”.

Segundo Mangabeira, Rondônia é um estado privilegiado por possuir, em sua maioria, pequenos e médios empresários. “Minha idéia é colaborar com o governador para iniciar uma nova era, com ações conjuntas, desenvolvimento de políticas agrícolas, que agreguem valor ao produto, que pode ser industrializado no próprio campo de produção”, disse Mangabeira.

Mangabeira destacou ainda que a pecuária intensiva é uma grande geradora de renda, mas salientou que este método degrada e que “algo precisa ser feito para recuperar as pastagens.

A construção de um novo modelo de ensino é outro foco de desenvolvimento destacada por Mangabeira. “Precisamos construir um novo modelo de escola média rural, que reúna o ensino básico com o ensino técnico e que incentive a capacitação e qualificação desses alunos”, finalizou Mangabeira.



Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: