Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qua,   25/novembro/2020     
política

Cahulla anuncia implantação da Universidade Estadual de Rondônia

26/7/2010 08:17:56
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 


 
Para assegurar aos jovens rondonienses uma opção de ensino superior gratuito de qualidade, que possa assegurar a formação acadêmica dos mais carentes, a prioridade do candidato a governador João Cahulla (PPS) é implantar a Universidade Estadual de Rondônia (Unestado), caso seja eleito. “Rondônia hoje está preparada, pode suportar esse grande desafio de implantar e manter uma universidade estadual gratuita, com ensino superior de qualidade. Será um de meus primeiros atos num eventual novo mandato: implantar a Unestado e plantar essa semente acadêmica e de pesquisa”, disse Cahulla.

O candidato da coligação Avança Rondônia (PP, PPS, PTB, PV, PHS, PMN, PSDC, PTN, PRP e PSL) anunciou a intenção de criar a Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia, pasta que seria a responsável pela implantação da Universidade Estadual. “A Secretaria de Ciência e Tecnologia vai estimular a pesquisa e o aproveitamento dos nossos profissionais, nas mais diversas áreas, para a produção de material científico que possa estimular o nosso desenvolvimento tecnológico”, declarou Cahulla, ao participar de reuniões e encontros políticos em Ji-Paraná nesta quinta-feira (22).

Segundo informou Cahulla, “a Unestado está criada, já existe, mas precisa ser implantada, abrir as suas portas para receber os estudantes que não conseguem aprovação na Universidade Federal e não tem recursos para custear uma universidade privada”.

O candidato a vice-governador da coligação, Tiziu Jidalias, que acompanha Cahulla, destacou que enquanto deputado estadual sempre defendeu a implantação da Universidade Estadual. “Defendi que a lei mais importante do Legislativo é a de n° 543, que ainda não se concretizou com a implantação da Universidade Estadual, uma oportunidade de acesso ao ensino superior gratuito”, reforçou Tiziu.

João Cahulla anunciou que a prioridade da Unestado, na sua concepção, seria formar profissionais de áreas que hoje são carentes de profissionais no Estado, como a engenharia, pedagogia, saúde, agronomia e outros. “Queremos dar prioridades a cursos que possam significar empregos aos formandos, que por sua vez iriam atuar com o seu conhecimento na melhoria da nossa produtividade, da educação, saúde e outros serviços”, completou.



Comentários (1)
NADA AVER

POR FAVOR PESQUISE E DIVULGE<br> <br> BURITIS/RO ESTA MONIPOLIZADA PELOS MONTES, O CONCURSO PROVA ISSO . SE NÃO TEM MONTES NO SOBRENOME E FUNCIONARIO PORTARIADO.<br> AGRADEÇO EM NOMES DE MUITOS QUE CALAM POR MEDO <br> ESSA CIDADE ESTÁ UM HORROR, MUITOS ESTÃO OPRIMIDOS.<br> ABRAÇO.<br>

AVH - BURITIS / RO.
Enviado em: 7/8/2010 15:27:54  [IP: 201.14.88.***]
Responda a este comentário

Mais Notícias
Publicidade: