Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qui,   14/novembro/2019     
cidades

Rondônia registra o frio mais intenso desde de 1910

17/7/2010 11:32:23
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 


 
Pelo terceiro dia consecutivo, os efeitos da sexta friagem de 2010 puderam ser sentidos em praticamente todo o Estado de Rondônia, mas foi em Vilhena, no Cone Sul, que a população sentiu nos termômetros, ou melhor, na pele, os efeitos do ar polar muito intenso.

A estação meteorológica automática do INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) registrou entre as 6 e 7 horas (horário local), temperatura de 11,4°C e rajada de vento de 36 km/h; Por isso, usando o cálculo e a tabela mundial de sensação térmica, a impressão que os vilhenenses sentiram no corpo foi de um frio sulino, de apenas 1°C.
Em Ariquemes, a sexta-feira amanheceu com 17,0°C; Em Cacoal fez 15,2°C e em Porto Velho, 17,7°C.
Um novo e intenso pulso de ar polar já atua no continente e em menos de 24 horas atingirá com força o sul da Amazônia. As temperaturas podem bater recorde em várias cidades. Confira a previsão para temperaturas mínimas e máximas previstas para esta sábado (17), segundo o

CPTEC/INPE:
Ariquemes: 06°C e 26°C
Cacoal: 06°C e 23°C
Guajará-Mirim: 04°C e 25°C
Ji-Paraná: 05°C E 25°C
Porto Velho: 05°C e 23°C
Rolim de Moura: 11°C e 26°C
Vilhena: 05°C e 18°C

O recorde de menor temperatura até hoje observado em Rondônia é de 3,4°C registrado em Vilhena, no dia 19 de julho de 1975. Já em Porto Velho, a mínima obsoluta de 10°C ocorreu em 12 de junho de 1985 e 15 de agosto de 1978.
A sexta friagem do ano continua até a próxima terça-feira (20), com ligeira elevação nas temperaturas máximas.



Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: