Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  seg,   19/outubro/2020     
cidades

Justiça manda retirar estudantes e reintegrar posse no prédio da Unir

6/7/2010 20:07:19
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



Foi fixada multa diária de R$ 1.500,00, caso haja nova ação de invasão do patrimônio público federal pelos estudantes. 


 
A Justiça Federal, em decisão liminar assinada pelo juiz da 1ª vara da Seção Judiciária de Rondônia, Flávio da Silva Andrade, na ação de reintegração de posse nº 8470.25.2010.4.01.4100, determinou à Polícia Federal que faça a retirada dos estudantes que há cerca de uma semana ocupam o prédio da Unir-Centro, localizado na avenida Presidente Dutra, na área central de Porto Velho.

Os invasores são estudantes universitários e secundaristas. Eles passaram a ocupar a sala da reitoria, e em seguida outros ambientes do imóvel, em protesto à decisão tomada pelo Conselho Superior da instituição, que aderiu ao Enem/Sisu como critério seletivo para o próximo vestibular.

A procuradoria jurídica da Unir sustentou em juízo que os alunos estão exigindo arbitrariamente a saída da universidade do Enem e que o grupo de invasores que ocupa o prédio da União está impedindo o livre acesso do reitor e dos outros servidores, prejudicando o regular andamento das atividades administrativas nas unidades ali instaladas.

A justiça mandou intimar o acadêmico da Unir, Daniel Ferreira, indicado como um dos líderes da ação de invasão e membro do Movimento Estudantil Popular Revolucionário. Ao saber que menores também participam do movimento estudantil que ocupa as instalações da Universidade Federal de Rondônia, o magistrado Flávio Andrade ordenou que o Conselho Tutelar faça o acompanhamento da ação de desocupação do prédio, assinalando ele que “as forças policiais deverão, dentro dos ditames legais e constitucionais, retirar os manifestantes, restabelecendo a ordem e o respeito à coisa pública”.

Foi fixada multa diária de R$ 1.500,00, caso haja nova ação de invasão do patrimônio público federal pelos estudantes.



Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: