Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qua,   25/novembro/2020     
política

Forte chuva deixa moradores do bairro Igarapé revoltados com as alagações e culpam prefeitura da capital

15/3/2010 21:42:56
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 



Clique para ampliar
Os moradores do bairro Igarapé, zona Leste de Porto Velho, estão revoltados com as alagações constantes na localidade e nos demais bairros adjacentes. Para eles, as enchentes começaram a surgir quando a Prefeitura de Porto Velho (RO) implantou uma galeria na avenida José Vieira Caula com Guaporé em meados de 2008 que não comporta as águas das chuvas.
De acordo com o líder comunitário do bairro Igarapé, Paulo Cadilack, há mais de 20 anos que sua casa não era invadida pelas águas das chuvas. Segundo ele, a prefeitura de Porto Velho, não tem um projeto adequado para o escoamento das águas. “Eles estão fazendo tudo errado. Em vez de colocarem manilhas grandes naquele setor que tem vário canais, ou seja, igarapés que se tornaram esgotos. O que podemos caracterizar como uma área de várzea, eles, da prefeitura, colocaram pequenas manilhas, o que não suporta o fluxo de água quando cai uma chuva torrencial como essa que caiu no domingo. Quem vai pagar o meu prejuízo”, desabafou Paulo Cadilack.
Diante da situação, os moradores que tiveram eletrodomésticos, eletroeletrônicos e móveis danificados pela alagação irão elaborar um ofício que será encaminhado para o Ministério Público de Rondônia, para que a instituição faça uma investigação rápida neste que o líder comunitário disse ser “agravante que está deixando transtornada a comunidade”.

“Não queremos ser referência nacional de alagações e catástrofes, como o Rio de Janeiro e São Paulo. Queremos que as autoridades analisem o caso, pois os investimentos nestas obras foram com dinheiro do PAC e ninguém vai fazer nada. Cadê a justiça?”, concluiu o morador José Paiva Mendes.

FONTE/FOTO: Rondoniaovivo




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: