Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  sex,   15/novembro/2019     
cidades

Schwaab Company é a primeira empresa bio certificada em Rondônia

10/3/2010 16:04:15
Por William Jorge Rodrigues
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



Empresário tem contado com o apoio do Sebrae/RO na busca de mercados e também na melhoria de gestão; empreendimento já fecha negócios com a Alemanha. 



Clique para ampliar
Depois de dois anos, saiu semana passada a certificação, pelo IBD (Instituto Biodinâmico), cuja sede no Brasil fica em São Paulo, da empresa Schwaab Company, empreendimento rondoniense responsável pela criação, fabricação, envasamento e comercialização de produtos de higiene pessoal e beleza à base de essências florestais certificadas, em especial a manteiga de cupuaçu.

A empresa, cuja sede fica em Porto Velho, está pronta, agora, para ampliar sua carteira de clientes e sua fatia no mercado. É o caso da remessa dos produtos, que têm o nome Essenz, para Freiburg (www.regenwaldladen.de), na Alemanha, e podendo agora cativar outros clientes do mercado bio.

As vantagens da certificação são muitas, entre elas o fato de um produto que obtem a chancela do IBD garante que os ingredientes de sua formulação, e também a embalagem, são de qualidade, não oferecendo riscos à saúde.

O negócio tem à frente o administrador de empresas pós-graduado em gestão empresarial sul-rio-grandense Mário Leonir Schwaab, tendo como principal matéria prima óleos da Amazônia – e, entre elas, como carro chefe a manteiga de cupuaçu – castanha-do-pará, copaíba e andiroba.

Entre os produtos certificados estão, informa o empreendedor, o creme hidratante, loção pós banho, sabonete líquido e sabonete em pedra. Óleos para massagem, protetor labial e batom serão os próximos a serem certificados.

O tempo que levou até chegar à certificação a Schwaab Company agiu em todo no processo. “Como não se pode ter um segmento fora das diretrizes do IBD, que analisa todo o processo produtivo, tivemos de incluir toda a cadeia produtiva, da origem da matéria prima e embalagens, passando pelos fornecedores”, explica Mário Schwaab.

De acordo com ele, “na verdade, tivemos que programar o processo em toda a cadeia, já que grande parte dos procedimentos ocorre através da terceirização e parcerias, inclusive de produção”.

A schwaab Company, que tem uma loja virtual (www.schwaab.com.br/loja) tem potencial para uma produção de 40 mil bisnagas de 60 gramas ao mês, mas não produz tudo. “Estamos refazendo as embalagens dos produtos e preparando uma nova campanha de marketing junto às trades, que executam vários processos”.

Schwaab lembra que a luta pela certificação levou dois anos, não deixando sequer um ingrediente fora das diretrizes do IBD, pois, além do acompanhamento e da auditoria, há também um mercado cada vez mais exigente quanto à procedência dos produtos, inclusive das embalagens. Todos feitos à base de matéria prima oriunda da Amazônia. “Acreditamos que valeu a pena investir no negócio”, conclui o empreendedor.

Serviço:

Schwaab Company
Ind. Com. Exp. e Imp.
Cosméticos da Amazônia
www.schwaab.com.br/loja
Mário Schwaab
mario@schwaab.com.br
55 69 9248 5311
55 69 9976 1849



Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: