Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  seg,   16/setembro/2019     
cidades

Um simples restaurante popular iniciado em 2007 pode ser concluído nesse ano, promete o prefeito

7/1/2010 21:23:48
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



Ninguém sabe quanto dinheiro o prefeito Sobrinho já torrou nessa “obrinha”, mas agora ele afirma que o restaurante vai chegar ao fim. 



Clique para ampliar

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Projetos e Obras Especiais (Sempre) trabalha na elaboração de um novo edital para contratação de uma nova empresa que ficará responsável pela conclusão das obras do Restaurante Popular. A medida tem por objetivo garantir o término da obra e principalmente colocar fim aos transtornos causados aos agricultores que comercializam alimentos na Feira do Produtor Rural, onde o empreendimento está sendo erguido.

Na verdade esta é apenas mais uma iniciativa que reforça e confirma as denúncias sobre como se desperdiça dinheiro público nessa administração do PT onde nada verdadeiramente funciona bem. É claro que ninguém vai saber tão cedo quanto dinheiro público foi torrado nesse tal de Restaurante Popular que nunca ficou pronto mas serviu sempre aos interesse poliqueiros desse prefeito que vai metendo os pés pelas mãos mas não sofre nenhuma ação de órgãos como o Ministério Público Estadual, que deveria olhar coisas como essa.

E, podem acreditar, nem mesmo esse restaurante que o prefeito iniciou em 2007 usou apenas dinheiro da própria prefeitura, os chamados recursos próprios. A promessa, como reconhece agora em seu boletim oficial distribuido à imprensa, era de entregar o tal restaurante em 2008. Foi, como se viu, mais uma simples enganação.

E aí, ao afirmar neste princípio de novo ano a retomada da construção dessa “fantástica” obra do restaurante popular, o prefeito vem novamente espalhando sua lenga-lenga como está no texto do boletim de seu time de puxa-sacos: “Sua construção, segundo almeja o prefeito Roberto Sobrinho, vem consolidar e promover a integração com a Feira do Produtor Rural e o Shopping Popular. O restaurante vai servir mil refeições dia e o que é mais importante, a preços populares. E, além disso, todos os produtos, como verduras, legumes e grãos que serão utilizados na preparação das refeições serão comprados dos próprios agricultores da feira”, afirmou o prefeito.

José Carlos Gadelha, um dos muitos secretários desse prefeito que chegou ao cúmulo de criar duas secretarias para cuidar da mesma coisa (e, claro, não devem cuidar de nada), depois de anunciar que um novo edital para contratar uma nova empreiteira para fazer o tal restaurante deve sair em fevereiro tascou:

“Vários foram os fatores que contribuíram para o atraso da obra, mas os principais foram o rompimento da galeria de esgoto sanitário que fica nas proximidades da Feira, que ocasionou a suspensão dos trabalhos por quase um ano e também a saúde financeira da empresa contratada para execução do projeto”, explicou Gadelha. É claro que não assumiu a incompetência que deixa como marca principal desse prefeito as obras inacabas e as obras do governo federal das quais o prefeito se apropria como se fosse sua gestão que está tocando as únicas obras que não param. 

FOTO: Assessoria/PMPV




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias

23/11/2012 20:12:09 - SINDCONTAS ganha novo portal

Publicidade: