Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  sex,   18/setembro/2020     
cidades

Acusado é preso em Presidente Médici

14/12/2009 00:17:54
Por Lenilson Guedes
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 


 

Na ultima sexta feira foi preso na cidade de Presidente Médici/RO, João Ferreira Neves, 47 anos conhecido pela alcunha de Robocop. Ele havia sido intimado a comparecer na Delegacia de Presidente Médici por ter ameaçado de morte seu vizinho com uma espingarda. Na Delegacia Robocop foi ouvido pelo delegado Adilson Almeida, que tomou todas as providências cabíveis, liberando João em seguida por não haver flagrante.

Como não foi possível efetuar uma checagem minuciosa no nome de João Ferreira Neves enquanto ele estava na Delegacia, o Delegado o fez posteriormente e para surpresa o elemento era procurado no estado de Goiás, estando com Mandado de Prisão expedido pelo juiz da Comarca de Fazenda Nova-GO, como incurso nas penas do Artigo 213 do CPB, ou seja por estupro, cometido no ano de 1995 contra uma menor.

Diante dos fatos o delegado Adilson de Almeida e sua equipe foram até a residência do acusado, no assentamento Chico Mendes e efetuou a prisão recolhendo a Cadeia Pública a disposição da Justiça do Estado de Goiás.

No momento da prisão Robocop reagiu e tentou se matar com tesoura e depois com uma faca, mas foi dominado e preso.

Acusado de furto é preso dormindo tranquilamente em Hotel da cidade

Os policiais de Presidente Médici também prenderam, na manhã de sábado  (12), Joel Martins, 20 anos, que estava dormindo em um hotel da cidade depois de ter praticado um furto na loja Stillos Modas, de onde levou varias peças de roupas, relógios, carteiras porta cédulas e outros objetos.

Para entrar na loja o acusado atirou um rolimã na porta de vidro, utilizando para isto um estilingue que trazia em sua mochila juntamente com outros apetrechos, como chave de fenda, sacos plásticos para colocar o produto do furto; três celulares, R$ 550,00 até um bloco de nota promissória.

No momento em que praticou o furto Joel foi visto por uma pessoa que acionou a Policia Militar e ele abandonou o produto do furto em uma sorveteria, tendo a Policia Militar recuperado os objetos. Mas o que ele não contava é que o Delegado e sua equipe iriam descobri-lo dormindo “igual gato de armazém” em um hotel da cidade. Ao ser preso pelo Delegado e sua equipe este confessou a pratica do furto, afirmando que teve que abandonar o produto furtado em face da presença da Policia Militar.

Ao ser indagado pelo delegado Adilson Almeida, sobre as notas promissórias, este afirmou que as utilizava na venda do produto que furtava, pois vendia parcelado como vendedor ambulante.

A loja Stillos Modas, segundo o Delegado sofreu um outro furto da mesma maneira há 30, onde subtraíram cerca de 120 mil em mercadoria, porém o elemento nega o furto. Joel confessou ainda a pratica de outro furto a cerca de 20 dias em outra loja na cidade de Presidente Médici. O mesmo foi autuado em flagrante e encontra-se recolhido a uma das celas do presidio de Médici a disposição da Justiça.

FONTE: Assessoria/PM-RO




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: