Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  ter,   17/setembro/2019     
reportagem

Equipe de Rondônia já está no Peru para preparar encontro de Cassol com Alan Garcia e Lula

9/12/2009 19:11:05
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



As equipes de segurança e precursora, comandada pelo tenente coronel PM Ranilson Brainer, além do diretor de Comunicação Social Marco Antonio Santi, já está em Lima, no Peru, para deixar tudo pronto para a chegada do governador Ivo Cassol nesta quinta-feira (10) à capital peruana, onde acontece a reunião dos presidentes Alan Garcia e Luís Inácio Lula da Silva. 



Clique para ampliar

A delegação desembarcou no aeroporto internacional Jorge Chávez às 13:20 horas (local) desta terça-feira (8), dia de feriado religioso no Peru, e até o embarque de retorno do governador e empresários rondonienses no sábado estará assessorando a comitiva para que nada aconteça que possa prejudicar a apresentação na reunião dos presidentes, que acontece na sexta-feira, dia 11.

O governador Ivo Cassol deverá chegar em Lima na tarde de quinta, acompanhado do presidente da Fiero, Denis Baú, representante dos empresários de Rondônia interessados em fechar negócios com os peruanos, e de Manoel Serra, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social. A Sedes é a secretaria que trata da implantação de novas empresas no estado e tem sido o elo de ligação entre os empresários peruanos e rondonienses.


Reunião de presidentes em Lima é de grande interesse para Rondônia


A reunião entre os presidentes Lula e Alan Garcia com os ministros da Agricultura, Relações Exteriores, Indústria e Comércio e Justiça do Brasil e do Peru deverá estabelecer novas regras para aumentar o comércio entre os dois países, que hoje é inferior ao que os peruanos negociam com a Argentina e com o Chile.

Caberá ao governador Ivo Cassol falar em nome dos governadores brasileiros, uma vez que em maio passado o governador, acompanhado de empresários rondonienses, visitou os principais governadores peruanos e já havia se reunido com outros em Rio Branco, aproveitando uma visita de Alan Garcia ao Brasil.

O governador fará uma explanação dos gargalos que emperram o comércio entre os dois países, e que obrigatoriamente passará por Rondônia, mostrando os problemas e as soluções que precisam ser urgentemente adotadas, para quando a Carretera Transoceânica (a Rodovia do Pacífico) estiver pronta, em 2010, a burocracia não continue emperrando o comércio entre os dois países, e aproveitará para entregar a “Carta de Rondônia”, aos mandatários e ministros, onde estarão expostos os problemas e soluções do ponto de vista dos estados.

“É preciso que os dois países cheguem a um consenso sobre as alíquotas a serem cobradas, bem como padronizar a fiscalização sanitária, que são diferentes e os critérios de entrada e saída de mercadorias nas fronteiras dos dois países. Só assim poderemos tirar proveito da nossa proximidade, do porto da capital estruturado e em posição estratégica e o interesse dos peruanos nos nossos produtos, a exemplo da nossa carne bovina e couro, além de comprar o que eles tem a preços bem mais competitivos e nós não produzimos aqui: batata, frango, calcário, frutas e cimento, entre outros”, declarou Cassol.


Feriado no Peru: Dia da Padroeira, Desfile da Independência e final do campeonato de futebol


Nesta terça-feira (8) foi feriado religioso no Peru, quando se comemorou o Dia da Imaculada Conceição, padroeira do país. A exemplo do Dia de Nossa Senhora Aparecida no Brasil, os peruanos, cuja expressiva maioria da população é católica, aproveitam para ir a igreja e fazer procissões em homenagem à santa. Mas neste ano excepcionalmente as comemorações foram diferentes, uma vez que também foi comemorado o Dia da Independência, com uma grande parada militar na capital e nas principais cidades do país, cujas comemorações não aconteceram na data oficial, 28 de julho, em virtude de surtos da gripe suína no país.

Seria algo como se comemorasse o feriado de 12 de outubro (Dia da Padroeira do Brasil) junto com o feriado do 7 de Setembro, com desfiles militares, salvas de canhões, missas e procissões ao mesmo tempo. E para complicar ainda mais, aconteceu a primeira partida da final do campeonato peruano de futebol entre as duas equipes de maior rivalidade no Peru: o Universitário, considerado “da elite” e o Alianza Lima, considerado o “time do povão”. Por toda a cidade haviam bandeiras dos dois times, e embora fosse feriado o trânsito estava caótico em todo a capital, com as pessoas aproveitando para ir às compras nos vários shoppings centers ou mesmo passear com a família.

Quando o governador Ivo Cassol e a comitiva rondoniense chegarem estará tudo pronto para recebê-los: transportes, reservas em hotéis, roteiro por onde a comitiva irá se deslocar, agendamento de reuniões e tudo mais para que a viagem possa ser revertida em negócios fechados, empregos para a população e aumento da arrecadação de Rondônia. 

FONTE: DECOM




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: