Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  seg,   27/janeiro/2020     
cidades

Sebrae espera melhorias na apicultura rondoniense com a regulamentação profissional

7/12/2009 15:24:03
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



Com os projetos desenvolvidos em municípios do interior, o Sebrae-RO consolida a apicultura como item importante do agronegócio de Rondônia. 


 

Os apicultores brasileiros ganharam no último dia 2 um motivo a mais para alavancar o setor. O Senado aprovou o projeto de lei PLC nº 144/09 de autoria da deputada Sandra Rosado, que dispõe sobre o exercício profissional de apicultor. O texto, que segue agora para sanção presidencial, traz em seu primeiro parágrafo a definição do que venha a ser apicultor.

No segundo parágrafo do PL, o texto informa que a profissão de Apicultor será exercida pelas pessoas portadoras da Carteira Nacional do Apicultor. O documento só será expedido para quem tenha freqüentado treinamento sobre criação racional de abelhas, com carga horária mínima de quarenta horas, ministrado por entidade reconhecida pela Confederação Brasileira de Apicultura. A exigência do curso valerá apenas para quem ingressar na profissão após a aprovação do PL pelo presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva.

Outro importante ganho é a melhor preparação dos produtores rurais que atuam na atividade, já que, a lei exige que os novos profissionais passem por capacitação. E por último, o PL vai contribuir para que a Confederação Brasileira de Apicultura possa criar um cadastro dos apicultores atuantes hoje no País e um Sistema de controle de produção. Hoje estima-se que existam 350 mil apicultores.

EM RONDONIA

O Sebrae em Rondônia desenvolve simultaneamente dois projetos de apicultura. Nos municípios de Rolim de Moura, São Miguel e Seringueiras os apicultores organizados em associações ou cooperativas localizados nessas cidades fazem parte do projeto Zona da Mata. O projeto visa aumentar a produção e a produtividade com qualidade enfocando o aprimoramento da gestão para ampliação da comercialização e o desenvolvimento sustentável do setor apícola da região.

Em Vilhena o projeto Proapis Mercado atende os apicultores da Cooperativa Apícola Portal da Amazônia – COOAPA. O projeto objetiva aumentar a produção e a comercialização dos produtos da COOAPA promovendo seu desenvolvimento e consolidando-a no mercado.

Segundo o coordenador estadual dos projetos, Alberto Ferreira Saavedra, a apicultura é uma atividade econômica geradora de renda e ocupação, e a crescente perspectiva do agro negócio no estado de Rondônia tem recebido uma atenção especial. “Agora com essa lei creio que estimulará o crescimento da produção e incentivando novos produtores rurais a aderirem a profissão, pois a apicultura á uma considerável geradora de renda e também contribui muito para a preservação do meio ambiente”, finaliza o coordenador.

São parceiros do Sebrae no desenvolvimento dos projetos de apicultura: Emater, Banco do Brasil, Banco da Amazônia, Escola Agrotécnica de Colorado do Oeste, Senar, prefeituras municipais de Vilhena, Colorado do Oeste, Cerejeiras, São Miguel do Oeste, Seringueiras e Rolim de Moura, Seagri, ARSERIPAM, ARSAPAM, APIS e COOPA.




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias

23/11/2012 20:12:09 - SINDCONTAS ganha novo portal

Publicidade: