Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  sex,   27/novembro/2020     
cidades

Ceron atendeu mais de mil famílias pobres com novas instalações elétricas

19/11/2009 02:04:11
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



Com o programa, a Ceron vai substituir mais de 2.500 geladeiras velhas por modelos mais econômicos. 



Clique para ampliar

A CERON, através do programa de eficiência energética, concluiu nesta semana 1.225 intervenções técnicas em residências de baixo poder aquisitivo de Rondônia, com as reformas das instalações elétricas, que consiste na substituição de três lâmpadas incandescentes por lâmpadas econômicas, troca de três interruptores, duas tomadas, fiação e a instalação de aterramento para as geladeiras.

O programa consiste também na troca de geladeiras antigas por aparelhos novos. Até fevereiro do próximo ano serão substituídas mais 1752 geladeiras ineficientes por refrigeradores de eficiência “A”, totalizando assim a substituição de 2.852 geladeiras.

Além da capital rondoniense, Porto Velho, também foram beneficiadas famílias de Candeias do Jamary, Guajará-Mirim, Itapuã do Oeste, Ji-Paraná, Ariquemes, Buritis, Machadinho do Oeste, Cacoal, Vilhena, Colorado do Oeste, Cerejeiras, Pimenta Bueno e Rolim de Moura.

O programa já beneficiou 15.300 famílias de baixo poder aquisitivo de Rondônia – cerca de 60 mil pessoas – com a reforma das instalações elétricas, instalação de 2.870 postes padrão, substituição de 2.852 geladeiras, além das ações educativas quanto ao uso eficiente da energia elétrica, que atingiram cerca de 80 mil pessoas.

Segundo informações da gerente de Desenvolvimento e Eficientização Energética da Ceron, Maria Helena Shaedler, no biênio 2010/2011 serão reformadas mais 6 mil residências e substituídas mais 2.500 geladeiras, beneficiando mais famílias de baixa renda, beneficiárias dos programas sociais do governo federal.




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: