Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  dom,   22/setembro/2019     
reportagem

Supermercados chegam a dobrar importações para atender vendas de natal

18/11/2009 23:59:57
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



Na rede Pão de Açucar, um milhão de bonecas importadas estarão à disposição dos consumidores. 


 

Os importados devem fazer uma "volta triunfal" no Natal deste ano. No ano passado, dólar estava em escalada nos meses que antecederam o período de maior faturamento para o varejo - a moeda fechou 2008 a R$ 2,33. Em 2009, a cotação está perto de R$ 1,70 desde o fim de setembro. Isso deve significar produtos cerca de 15% mais baratos nas gôndolas e vendas até 20% maiores, segundo varejistas ouvidos pelo G1.

E
ntre os produtos que o consumidor deverá encontrar com mais facilidade e a preços mais baixos estão frutas secas, vinhos, bacalhau, enfeites de Natal e brinquedos. O diretor da área de importações do Pão de Açúcar, Sandro Benelli, diz que, na média, a oferta de importados deverá crescer 40% nas lojas da rede.Mas o destaque de crescimento será nos segmentos de vinhos e de decoração natalina. Segundo o executivo, o Grupo Pão de Açúcar aumentou a importação de vinhos, especialmente da América do Sul, em 100%. A oferta de enfeites de Natal, que serão distribuídos mais amplamente em lojas como Extra, Sendas, Compre Bem e Pão de Açúcar, também deve dobrar.

Com o dólar baixo, a empresa investiu no desenvolvimento de produtos exclusivos em fornecedores externos. Ainda neste ano, o grupo terá bonecas importadas que foram desenvolvidas somente para o Pão de Açúcar. "[Para possibilitar o desenvolvimento de produto], o volume tem que ser muito grande, no mínimo 1 milhão de bonecas. Tem que acompanhar testar o produto na origem e quando ele chega [no Brasil]", explica Benelli.

Com a expansão dos negócios, outras linhas de produto passarão a ser desenvolvidas pelo Pão de Açúcar na China. O executivo da rede explica que executivos da empresa viajam entre duas e três vezes por ano para o país para prospectar novidades. Neste momento, diz ele, o Pão de Açúcar já pensa no Natal de 2010.

Sandro Benelli diz que outras linhas de produtos começarão a vir do exterior já com as marcas próprias da rede. É o caso da nova coleção da linha de pequenos eletrodomésticos de pequeno porte HomeLeader (liquidificadores, cafeteiras e batedeiras, por exemplo), que será totalmente importada da China. A nova coleção será lançada em fevereiro ou março de 2010. (portal G1)




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: