Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qua,   20/novembro/2019     
cidades

Projeto de educação no trânsito premia jovens por vídeos que mostram imprudência

23/10/2009 16:39:13
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



O Detran premiou alunos da escola 31 de Março, de Ji-Paraná, por vídeos que mostram imprudência no trânsito. 



Clique para ampliar

Desrespeito, abuso e imprudência no trânsito foram flagrados por alunos que participaram do projeto ‘Câmera na Mão’, coordenador pelo Governo do Estado, por meio do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN) em parceria com algumas escolas de Ji-Paraná. Esta semana, quatro alunos da 7ª e do 9º ano da escola estadual 31 de Março foram premiados por mostrarem em vídeo os maus exemplos de condutores circulando pelas vias da cidade.

Ana Paula Quadros, Diogo Guedes Gotardi, Juliana Tozetti da conceição e Hugo Barzatto Carvalho foram premiados com capacetes de ciclistas e uma bicicleta doada pelo DETRAN para ser sorteada entre os quatro alunos. A premiação foi entregue pelo chefe da 3ª Ciretran, Antonio Pires.

Na escola o projeto foi orientado pela professora Gizelle Cristina da Silva. Para ela, o projeto ajudou os alunos a aprenderem que as boas condutas e o uso dos equipamentos de segurança fazem a diferença no trânsito. “De forma criativa, o projeto colaborou significativamente para que tivessem maior consciência no trânsito”, disse a professora.

A aluna Juliana observou que os desrespeitos sempre acontecem por pessoas que não utilizam os equipamentos de segurança e nem se preocupam com os pedestres e com os outros condutores. “Flagramos o abuso de motoristas que nem na faixa de pedestre param para as pessoas passarem. Ultrapassagens perigosas, colocando em risco outros motoristas e em uma motocicleta, que deveria ter dois condutores, havia quatro pessoas, entre elas, uma criança”, disse a aluna.

O chefe da 3ª Ciretran, Antonio Pires, que representou o diretor-geral do DETRAN, Joarez Jardim, agradeceu o esforço dos alunos e o empenho dos professores em alertar os alunos para o respeito e responsabilidade no trânsito. “Com projetos como o Câmera na Mão, onde a escola ajuda a desenvolver ações preventivas para que tenhamos futuros motoristas que respeitam as leis de trânsito é que vamos reduzir os índices de acidentes, cometidos na maioria pela falta de prudência”, finalizou Antônio Pires. 

FONTE: Assessoria




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: