Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qui,   6/agosto/2020     
cidades

Ponte do Madeira terá nova audiência pública

2/10/2009 08:38:10
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



A polêmica sobre a construção da tão prometida Ponte do Rio Madeira, facilitando a ligação dos estados de Rondônia e Amazonas continua. Dessa vez o assunto terá debate na Assembléia. 


 

Foi aprovado por unanimidade dos parlamentares presentes à sessão plenária de 21 de setembro, requerimento de autoria do deputado Professor Dantas (PT), solicitando a realização de audiência pública no próximo dia 5 de outubro de 2009, com o objetivo de tratar os assuntos relacionados à construção da ponte sobre o Rio Madeira, e também, sobre os recursos federais disponíveis ou previstos para as rodovias federais no Estado. 

Explica o deputado Professor Dantas que a audiência se justifica diante da necessidade de se tratar os assuntos de relevância para o Estado de Rondônia, de forma transparente, de modo a que todos tomem amplo conhecimento destas medidas. 

Essa não é primeira audiência pública em torno do assunto. Na verdade coube ao deputado federal Lindomar Garçom realizar a primeira, no auditório do Rondon Palace Hotel, da qual participaram várias autoridades ligadas ao Dnit e também ao Tribunal de Contas da União. 

Há algumas entidades exigindo modificações no projeto de construção da tal ponte, com o argumento de que o local escolhido para a sua construção trará sérios problemas sociais aos moradores ribeirinhos e aos habitantes de bairros próximos, como o da Balsa e o Bairro dos Milagres, comunidades que serão afetadas pelo previsível tráfego intenso, principalmente quando a rodovia ligando Porto Velho a Manaus estiver plenamente recuperada e pavimentada. 

Lindomar Garçom, pioneiro desse debate, acha importante o engajamento do parlamento estadual nesse tema que é mais pertinente ao governo federal, pois é ele quem vai bancar a obra. 

“Os empreendimentos em questão irão beneficiar toda a nação, já que facilitará o acesso às regiões mais afastadas ao norte do nosso país e também os portos no Oceano Pacifico, através dos países amigos vizinhos. Grandes serão os impactos econômicos, financeiros e ambientais no nosso Estado de Rondônia, fazendo-se necessária a discussão desses impactos com a sociedade”, foi a justificativa usada pelo deputado estadual do PT. 

Para a realização desse evento para o qual, como afirmou, diversas autoridades federais e estaduais serão convidadas a participar dos debates nesta audiência pública. 

O Dnit tem evitado se comprometer com mudanças profundas no projeto, sob a alegação de que isso poderia até mesmo inviabilizar a decisão de construir já a ponte, pois a mudança da definição do local onde a ponte deverá ser construída iria influir no custo da obra projetada. 




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: