Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  dom,   22/setembro/2019     
cidades

Curso de fantoche será levado pelo PESMS ao Município de São Francisco

14/9/2009 16:32:41
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 


 

O Curso de Manipulação e Confecção de fantoches, aplicado para agentes comunitários que atuam na disseminação das informações do Programa de Educação em Saúde e Mobilização Social (PESMS), sob a coordenação do Departamento de Obras e Serviços Públicos do Estado (Deosp), teve início nesta segunda-feira (14) no município de São Francisco do Guaporé, e vai até a próxima terça-feira (22). De acordo com informações da equipe de convênios do próprio Deosp, que atuam juntamente com representantes da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), esta é mais uma etapa do Programa que, a exemplo do que também foi desenvolvido nos municípios de Porto Velho e Guajará-Mirim, está sendo feito agora em São Francisco e chegará ainda ao Município de Alto Alegre dos Parecis.

Para os coordenadores do PESMS, esta etapa em São Francisco tem mostrado, de início, um diferencial das demais onde a mesma atividade já foi desenvolvida. Segundo informações, o envolvimento da comunidade, através de seus diversos representantes de classes, ocorre em maior número e, futuramente, deve provocar a disseminação das ações do Programa com mais abrangência. “No caso específico de São Francisco, temos pessoas de todos os setores. Exemplos disso são as pessoas da pastoral da criança, igrejas, professores e até mesmo lideranças comunitárias que estão fazendo o curso de fantoche e, posteriormente, vão aplicar seus conhecimentos com outros temas, até mesmo noutras comunidades”, argumenta o Secretário de Obras, Alceu Ferreira Dias.

De acordo com as informações de coordenadores do PESMS, as equipes de agentes comunitários são responsáveis pelas ações diretas de conscientização do uso da água, atuando diretamente com as crianças nas escolas. Por isso, segundo informações, a importância de uma boa preparação para o desenvolvimento das atividades. O PESMS é coordenado pelo Departamento de Obras e Serviços Públicos do Estado (Deosp) e conta também com o apoio da Caerd, Associações de bairros e outros agentes sociais e gestores municipais. O investimento total do programa, incluindo, além de Guajará-Mirim, os municípios de Alto Alegre dos Parecis e São Francisco, supera a casa dos R$ 7 milhões em convênio firmado entre o Governo do Estado e Federal.

FONTE: Assessoria/Governo-RO




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: