Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qua,   25/novembro/2020     
cidades

Voith Siemens anuncia intenção de instalar indústria em Rondônia

4/7/2009 19:15:32
Por Decom
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 


 

Marco Antonio Petisco, Secretário do Desenvolvimento Econômico rondoniense recebeu quinta-feira (02) representantes da empresa alemã Voith Siemens, que atua na produção de equipamentos para o setor de energia e de transporte, além de papel e celulose, para ser informado do interesse do grupo em instalar uma indústria no estado de Rondônia.

Segundo afirmaram, o fator primordial da vinda da empresa foram os contatos pré-existentes com as usinas na fabricação de componentes hidro-mecânicos. A Voith já fabrica equipamentos para usinas no Pará, Tocantins e em Rondônia (Santo Antônio e Jirau).

Após contatos com o governador Ivo Cassol, a empresa visitou Porto Velho para a realização de pesquisas e verificação das viabilidades.

O governo se comprometeu em disponibilizar o incentivo tributário com outorga do crédito presumido máximo que pode ser concedido, que consiste em 85%, além da doação de área no Distrito Industrial. “É muito interessante termos em nosso Estado a implantação de uma empresa desse porte trazendo um segmento diferenciado que poderá atender não só as necessidades locais com as usinas, e igualmente os outros Estados da região norte que também importam seus produtos, como também poderão atender as necessidades do mercado Andino”, declara Manoel Serra, assessor especial da SEDES.

A política de Incentivo ao Desenvolvimento Industrial e Agroindustrial de Rondônia vem sendo executada por meio de diversos programas, dentre os quais se destaca o Programa de Incentivo Tributário (PIT), resultado de uma decisão conjunta entre SEDES, SEFIN e diversas entidades de classe representativas do setor produtivo. “O programa garante maior competitividade às empresas já instaladas no Estado e àquelas que queiram se instalar, estimulando o desenvolvimento econômico e social, fomentando as atividades produtivas, criando novos postos de trabalho e gerando emprego, renda e melhoria na qualidade de vida da população”, afirmou Marco Antônio Petisco.




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: