Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  seg,   18/novembro/2019     
cidades

Moradores se reúnem neste sábado para debater construção da ponte

3/7/2009 13:38:12
Por Carlos Araújo
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



Associação de Moradores da Balsa querem que ponte seja construída em outro local. 


 

Se depender da Associação de Moradores do Bairro da Balsa, a ponte sobre o Rio Madeira vai ser construída, sim. Mas bem longe daquele local, conforme disse o advogado Giuliano Viecili, assessor jurídico da entidade. Giuliano Viecili confirmou que neste sábado, a partir das 17 horas, a Associação vai estar reunida, para debater uma extensa pauta. 

Os moradores do Balsa estão mobilizados, conforme o advogado da Associação, para defender a posição já assumida, "porque entendem que construindo ali a ponte sobre o Rio Madeira, com certeza vão ser criados mais problemas para o trânsito da capital. Eles sabem que nenhuma cidade que pense no futuro quer ter uma rodovia federal passando dentro dela, como acontece atualmente, e como querem alguns poucos". 

"Não adianta indenizar os moradores da área lateral da pista, porque toda a região vai ser atingida, e será prejudicada pelo peso do tráfego com a ponte naquele local", disse o advogado, lembrando que a entidade já se posicionou a respeito, quando da audiência pública realizada mês de maio em um hotel da capital. 

"Os moradores querem ficar no local, porque entendem que têm sua própria história naquele bairro. Eles são favoráveis à construção da ponte, mas entendem que não pode ser ali, porque vai continuar gerando transtorno para o trânsito de toda a capital", frisou. 

"Pelo que tenho ouvido dos moradores, eles têm posição formada com relação à construção da ponte. Entendem que deve ser mesmo num lugar bem distante dali, porque, como me disseram alguns, têm de pensar não apenas neles, mas, principalmente, na cidade". 

Segundo o advogado, "os moradores do bairro da Balsa têm consciência de que de nada adiantará construir uma ponte num local que, hoje, está no centro da cidade e passará, então, a ser passagem de todo o tráfego demandando a capital amazonense, com acesso para a Transamazônica. Eles estão tendo uma consciência cidadã que é muito importante e que deve ser considerada pelo DNITT". 




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: