Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  dom,   23/fevereiro/2020     
cidades

Suspeitos de atentados contra onibus estão presos

26/6/2009 15:23:30
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 


 

Sob o comando dos delegados Paulo Kakionis e Sergio Barbosa, a Polícia da capital rondoniense prendeu na última quinta-feira (25), nove suspeitos de envolvimento nos atentados a ônibus coletivo e ao prédio do Ministério Público, em Porto Velho.

Os acusados, segundo Paulo Kakionis, agiram de forma organizada, a mando de outros criminosos. Segundo o delegado, mais ataques estavam sendo planejados pelo grupo criminoso. “Eles (bandidos), planejavam inclusive homicídios”, disse o delegado. O motivo dos atentados ainda não está claro, diz Kakionis, mas, segundo ele, a investigação prossegue para que tudo seja esclarecido.

Os criminosos presos – a maioria menor de idade – no ataque ao ônibus que foi incendiado no bairro Mariana, foram chefiados por dois ex-apenados, Edivalnei Crispin de Oliveira (Ravengar), de 35 anos, e Edison Fontineli de Oliveira, 18. Os dois são apontados pela polícia como autores de vários ilícitos na zona leste da Capital. “Eles não haviam sido presos ainda porque nenhuma testemunha aceitou depor contra os dois”, disse Kakionis. Além dos acusados, a polícia apreendeu armas e munições.

O secretário de Segurança, Evilásio Silva Sena, em entrevista coletiva, disse que novas prisões devem ocorrer até o fim desta semana. “A polícia já tem muita informação. Sabemos inclusive quem efetuou os disparos contra o Ministério Público, mas, por enquanto, o sigilo será mantido para que as investigações não sejam comprometidas”, acentuou. As investigações estão a cargo da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Patrimônio.

FONTE - Assim/Sesdec - tonifrancis@ibest.com.br




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: