Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  dom,   23/fevereiro/2020     
cidades

Detran amplia numero de blitz no interior

3/6/2009 14:28:28
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 


 

O objetivo das atividades no interior é de fiscalizar os condutores e também de orientá-los para a importância de ser cauteloso no trânsito, obedecendo as regras do Código Brasileiro de Trânsito. Desde o início das operações de fiscalização, último dia 26 de maio, até está terça-feira, dia 02 de junho, cerca de 800 abordagens foram feitas, entre carros, motos e camionetes. Mais de 600 autuações foram realizadas e cerca de 50 veículos foram removidos. O maior número de infrações verificadas foi de condutores sem cinto de segurança e não portando o documento de porte obrigatório.

A blitz, comandada pelo chefe do DPFT, Carlos Braga, juntamente com os agentes de trânsito do DETRAN, já percorreu os municípios de Cacoal, Pimenta Bueno, Espigão do Oeste e Chupinguaia.

A população de Cacoal mostrou-se satisfeita com a operação e colaborou com a equipe vinda de Porto Velho. Para o aposentando, José Nilton, todo tipo de fiscalização é válida. “Esta blitz veio em boa hora pra Cacoal, pois muitos motoristas estão andando irregular e precisam saber sobre as regras de trânsito”, afirma. Já no município de Espigão, o empresário Hélio Fernandes, que ao ser abordado estava sem o cinto de segurança, falou que a blitz tem que ser contínua. “Eu estou errado, mas a partir de agora vou dirigir corretamente. Acho que a fiscalização tem que ser todo mês”, disse.

De acordo com Carlos Braga, chefe da equipe de fiscalização, a ação tem como principal objetivo garantir maior segurança no trânsito. “As pessoas sabem das leis de trânsito, mas não cumprem. Tem conhecimento, mas não põem em prática. O nosso trabalho é proporcionar a população um trânsito mais seguro.”, avalia Braga.

Para efetivação das ações, o DETRAN contou ainda com a parceria do grupo de trânsito de Cacoal, do grupamento de trânsito de Espigão do Oeste, sob o comando do Sargento Eduardo.

O ciclo de fiscalização ainda passará pelo município de Ministro Andreazza. 

BLITZ ELETRÔNICA

A operação contou ainda com a blitz eletrônica do 2º Batalhão de Ji-Paraná, que identifica por meio de foto se a placa está irregular. O aparelho é colocado à 100 metros antes da barreira da blitz e possui um sensor fotográfico que aciona assim que o veículo passa por cima do “tapete”, sinalizando a irregularidade.Além disso, os equipamentos que ficam dentro da viatura permitem acesso à consultas no INFOSEG(sistema de consulta de foragidos). Nele, o policial pesquisa pelos dados da pessoa a situação do condutor. A blitz eletrônica que é operada pelo PM Luiz de Ji-Paraná, atende todo o interior de Rondônia. “É importante ressaltar que a bliz eletrônica não só visa a fiscalização mas a consulta de veículos roubados e pessoas foragidas da justiça”, esclareceu o PM Luiz.

Para o diretor do DETRAN, Joarez Jardim, o trabalho de fiscalização é mais uma das ações do órgão e do governador Ivo Cassol para proporcionar a população um trânsito mais seguro. “As blitzes repressivas inibem os condutores a praticar infrações que tanto prejudicam a boa convivência no trânsito”, destaca Jardim.




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias

23/11/2012 20:12:09 - SINDCONTAS ganha novo portal

Publicidade: