Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  ter,   31/março/2020     
reportagem

Governo prestigia com café da manhã os servidores da Casa de Detenção de Porto Velho

1/6/2009 16:01:01
Por Luiz Alexandre
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 


 

Os agentes penitenciários e policiais militares da reserva remunerada que trabalham na Casa de Detenção Dr. José Mário Alves da Silva ganharam, nesta segunda-feira (01), um grande café da manhã, oferecido pelo Governo de Rondônia, através da Secretaria de Estado de Justiça (Sejus).

A ocasião, iniciativa da própria Gerência do Sistema Penitenciário de Rondônia (Gespen), sob o comando do policial civil Geremias Barbosa, serviu também para a apresentação da nova equipe.

No espaço da Brinquedoteca da Unidade, o secretário-adjunto de Justiça, Gabriel Tomasete, parabenizou a iniciativa da equipe da Gespen em promover a reunião. “Em nome do secretário Gilvan Ferro, vimos demonstrar a intenção do governo em estar cada vez mais próximo do servidor penitenciário, alvo de investimentos estruturais da administração do governador Ivo Cassol, nunca vistos em outras gestões”, frisou.

Tomasete aproveitou para reforçar, principalmente aos agentes recém-empossados, do sistema de controle que o Estado mantém em todos os presídios, com ajuda imprescindível dos servidores. “Este trabalho deve acontecer sempre dentro da legalidade, valorizando o tratamento humano e o respeito para com o reeducando.”, lembrou.

Ao apresentar cada um de sua equipe, Geremias disse que o momento vem simbolizar a união que o governo pretende manter com os servidores. “Estamos acompanhando o trabalho individualmente com a intenção sempre de melhorar e garantir o pleno desenvolvimento das atividades penitenciárias. Sendo assim, a qualquer hora a Gerência está de portas abertas para atender o servidor”, enfatizou.

Ambos frisaram que a violência física e mental ao preso é ato inaceitável na administração estadual e que o trabalho continuará sendo pautado na ética e respeito ao ser humano.

Alguns funcionários fizeram sugestões para melhorar a rotina na Unidade e todos demonstraram satisfação com a iniciativa da Sejus.




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: