Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  ter,   10/dezembro/2019     
cidades

Funcionários do TCE ajudam cadeirante com tratamento de saúde em Brasília

6/11/2008 12:55:55
Por Aldrin Willy
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 



Clique para ampliar

O servidor do Tribunal de Contas Natanael Galvão emocionou-se com a situação do aposentado Marcilio Francisco Pereira Filho. Aos 43 anos, Marcílio sobrevive com um salário mínimo que recebe da Previdência Social e há quinze anos está preso a uma cadeira de rodas — um acidente de moto em 1993 lesionou sua coluna vertebral.

A condição de cadeirante acabou acarretando diversos problemas à saúde do aposentado Pereira Filho. A paralisia custou-lhe atrofiamento muscular e da bexiga.

Por conta desses problemas, Pereira Filho faz, há 8 anos, tratamento em Brasília, no Hospital Sara Kubischek. Em janeiro próximo, o aposentado deverá ir a Brasília, de onde retorna no final de 2009. Embora a viagem e o tratamento sejam garantidos pelo programa de Tratamento Fora do Domicílio (TFD), a estadia de Pereira Filho em Brasília por cerca de um ano tem um custo bem acima do que os parcos R$ 415 que recebe mensalmente da Previdência podem pagar.

Por isso, Pereira Filho tem procurado receber ajuda de várias pessoas para ajudá-lo no custeio de sua estadia na capital do país. Conseguiu, com ajuda de uma loja de Porto Velho, fazer uma rifa para angariar os fundos de que necessita.

No Tribunal de Contas, o aposentado procurou o servidor Natanael Galvão, que, comovido com a situação, propôs ao presidente da Associação Servidores Tribunal de Contas (ASTC), Luís Gomes, a possibilidade dos servidores do órgão colaborarem permitindo o desconto da quantia (R$ 10,00) por meio da associação.

Gomes aprovou a iniciativa e vai disponibilizar aos associados a possibilidade da colaboração através do desconto na conta bancária.

Pessoas que também queiram ajudar o aposentado Pereira Filho podem entrar em contato com ele pelo telefone (69) 9261-3405.




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: