Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qui,   17/outubro/2019     
reportagem

Incidente lança suspeita sobre concurso do TJ

20/10/2008 13:15:05
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



Cerca de cinco candidatos ao cargo de Agente Judiciário (Jornalista) ficaram sem receber provas, que precisaram vir de outro lugar. 


 

Um incidente ocorrido ontem (19), durante aplicação das provas para o cargo de Jornalista do Tribunal de Justiça, coloca sob suspeita lisura do concurso.

Os candidatos ao cargo de jornalista que fizeram sua prova na FARO (Faculdade de Ciências Humanas, Exatas e Letras de RO), no prédio II, pavimento 1, sala 09, contam que cerca de cinco candidatos ficaram sem receber suas respectivas provas, que vêm em um envelope lacrado e só pode ser aberto no momento do exame.

Os cerca de cinco concorrentes ficaram sem prova até que um dos coordenadores da Fundação Cesgranrio (organizadora do certame), Avelino de Almeida, chegou à sala.

Almeida providenciou outras cópias da prova, as quais tirou de um envelope denominado "Reserva Ténica Suplementar".

Perguntado como poderia ter havido diferença entre o número de candidatos e o de provas, Almeida justificou dizendo que não há processo automática para a contagem das provas que vão em cada envelope. Em vários momentos, o coordenador pediu aos candidatos "um voto de confiança".

Uma das concorrentes ao cargo não se satisfez com as explicações do coordenador da Fundação Cesgranrio e registrou Boletim de Ocorrência logo após ter feito o exame.

No BO de número 08E-1003055352, registrado no 3º DP, a jornalista Iule Carla Pinheiro Vargas registrou o fato que classificou de "muito suspeito". Ela conta também ter comunicado o fato, ainda no domingo, ao promotor de plantão do Ministério Público, Julian Imthon Farago.




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: