Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  sáb,   16/janeiro/2021     
política

David Chiquilito consolida posição de 3ª via na sucessão de Porto Velho

17/6/2008 09:11:15
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



A terceira via é algo muito próximo do impossível. Mesmo assim o nome de David, filho do falecido ex-prefeito Chiquilito Erse, vai assumindo esta condição na disputa eleitoral desse ano. 


 Em nome do projeto político de disputar a prefeitura de Porto Velho, o ex-vereador David Chiquilito Erse precisou abandonar o PSB e filiar-se ao PCdoB, sacrificando o próprio mandato de vereador. Ele tenta com essa iniciativa resgatar o legado político do pai, o falecido Francisco Chiquilito Erse, tido como uma das maiores lideranças políticas da Rondônia contemporânea e certamente o mais carismático político da capital.

David tem estilo próprio. Ao entrar na política preferiu escolher a lado "progressista" ao contrário de seu pai que, quando disputou o primeiro mandato (como deputado federal), elegeu-se pela linha do conservadorismo.

Reconhecido como "jovem de sangue bom", David mantém sua característica própria da humildade e uma posição contida em seus discursos, "sem deixar de expor sua marcante postura de oposição" aos desacertos do prefeito atual. Ao deixar a câmara municipal, aumentou a lacuna de uma oposição mais aguerrida ao Executivo, com vereadores que – em sua maioria – retrocederam em seu papel de fiscalizar os atos do prefeito.

RAIA PRÓPRIA

David Chiquilito Erse vem trabalhando no sentido de criar uma raia própria na política de Porto Velho há muito tempo. É uma das revelações desse segmento que não tem rejeição entre o eleitorado. Mas como é discreto, ainda não parece ser uma liderança consolidada, embora esteja amadurecendo nesse sentido e, no momento, já começa a ser visto como a terceira via na sucessão municipal desse ano.

Todas as sondagens feitas junto à opinião pública da capital rondoniense apontam para isso. Assim, se o PCdoB confirmar o nome de David como candidato à sucessão municipal, ele poderá se converter numa grande surpresa, contribuindo para dar dimensão real ao partido, levando à vitória as candidaturas de maior consistência dos comunistas à Câmara Municipal.

Quem analisa o cenário político da capital rondoniense conclui pela inevitável polarização entre o candidato à reeleição e o candidato que contará com o apoio do governo estadual. Mas, de acordo com as sondagens da opinião pública, o PCdoB terá sua raia própria em função desse seu pré-candidato.

MASSACRE

As convenções partidárias começam neste domingo (15) com o PMDB. Nem por isso o clima de excitação, com os ruídos das discussões, chegou às ruas. No entanto as eleições deste ano caminham para um duelo interessante entre os nomes tidos como os dois grandes gladiadores: Lindomar Garçom e Roberto Sobrinho.

Roberto representa o governo cercado de escândalos, em nível nacional, do PT que, surrealisticamente, tem o blindadíssimo presidente Lula da Silva, piloto de um sistema político que permite à elite nacional (como os banqueiros) ganhar dinheiro como nunca e dá aos pobres a bolsa família, garantindo que milhões de pessoas tenham comida sem precisar fazer maiores esforços.

Do outro lado está Lindomar Garçom, um político em ascendência, saído da classe mais humilde, apoiado agora pelo governador Ivo Cassol, um estrategista eleitoral confirmado, forte o suficiente para enfrentar as muitas armadilhas armadas pelos inimigos, quase todos aliados do PT.

O candidato oficial – o que busca a reeleição – acredita na possibilidade de massacrar os adversários pelo poder econômico colocado em suas mãos e pelas obras iniciadas neste ano eleitoral, exatamente para perpetuar o PT como mandatários da capital e posteriormente de todo o estado.

PODE MUDAR

A frase antológica do mineiro Magalhães Pinto – "política é como nuvem: você olha e vê um formato, mas quando olha de novo o formato já e outro" – mostra numa disputa dessa envergadura as coisas podem mudar.

Por isso a chamada terceira via não deve ser descartada e para ela, até o momento, que parece estar escalado é David Chiquilito Erse.

Embora esteja revestido nesse confronto com a bandeira dos comunistas, David certamente não defende o dirigismo estatal. Não é como o atual prefeito, é mais equilibrado. Roberto tem demonstrado que é mais imprevisível. Quando implica com algo, pode partir para a pancada (pergunte para o repórter Paulo Andreolli, que sentiu na pele essa reação do prefeito) e isso é preocupante.

David tem a determinação herdada de seu pai, mas é de uma personalidade mais plácida, embora seja capaz de mudar o que precisa ser mudado, mas evitando traumas.

Na Câmara Municipal, o filho de Francisco Chiquilito Erse foi quem mais demonstrou, através de discursos e da produção do trabalho legislativo propriamente dito, a depreciada qualidade dos serviços públicos no município, piorando a vida da maioria da população, sobretudo em segmentos como o transporte coletivo, o trânsito e a saúde.

A princípio pode parecer doideira, esse negócio da terceira via, mas se David entrar nessa disputa de forma a revelar a desavergonhada tática dos que estão no Poder para enganar o eleitorado e, assim, continuar com o mando na mão para viabilizar projetos de 2010, o bicho pode pegar e o filho de Francisco surpreender.


Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: