Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  seg,   16/setembro/2019     
política

Zequinha Araújo, vereador da capital, foi cassado pela Justiça Eleitoral

28/5/2008 07:52:22
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



O vereador, um dos mais importantes da Câmara, perdeu o mandato por infidelidade partidária. Zequinha seria um dos nomes fortes da nominata do PMDB. 


 José Francisco de Araújo, o Zequinha de Araújo, deixou de ser vereador desde ontem, 27 de maio, quando seu mandato foi cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia. Ele não foi o único vereador que perdeu o mandato. Pelo mesmo motivo, o Tribunal cassou também o mandato do Nivaldino Galdino, de Alto Paraíso.

Recentemente Zequinha falou a IMPRENSA POPULAR que tinha praticamente certeza de que não perderia o mandato, "porque a minha defesa" – afirmava – está embasada nos melhores pressupostos do direito,

Ontem (27/5) não foi possível ouvir o ex-vereador.

Zequinha é o segundo vereador de Porto Velho a perder o mandato por ter mudado de partido. O primeiro foi David Chiquilito Erse, que deixou o PSB para entrar o PCdoB, onde foi apontado como pré-candidato a prefeito.

No caso de Zequinha – sempre um dos mais votados da cidade – não se sabe se a decisão da Justiça poderá tira-lo do páreo.

Zequinha se notabilizou na política da capital rondoniense pelo trabalho desenvolvido por sua fundação, voltada para executar programas sociais junto a famílias de baixa renda.


Comentários (1)
CORRUPITO DEVE SER CASSADO

E MUITO LAMENTAVEL POLITICOS QUE FORAM CASSADOS DESSA FORMA E QUE NAÕ TEM NENHUM PROJETO E SO VIVE DE LABÍA ENGANANDO A POPULAÇÃO EU SOU UMA VITIMA DESSE QUE SE DIZ SE UM REPRESENTANTE DO POVO E NÃO DE NEM A PENSSÃO DO SEU FILHO ...NÃO SE ILUDA.

JESSICA ALVES - PORTO VELHO / RO.
Enviado em: 22/9/2010 21:31:10  [IP: 187.7.197.***]
Responda a este comentário

Mais Notícias
Publicidade: