Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  sáb,   26/setembro/2020     
reportagem

Médicos aprovam restrições do MEC para a criação de novos cursos

28/4/2008 07:02:00
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



Agora o MEC passa a exigir que a instituição tenha hospital próprio, com centro cirúrgico e obstetrício, para proporcionar residência médica aos seus graduados. 


 Um médico conceituado em Porto Velho, ligado à Associação Médica de Rondônia, disse à IMPRENSA POPULAR, com a garantia de sigilo sobre o seu nome, que a iniciativa do Ministério da Educação de restringir a abertura de novos cursos de Medicina merece os aplausos dos profissionais deste segmento.

Ele comentou o caso de Porto Velho, onde funcionam vários cursos de Medicinas e nenhuma dessas escolas possui estrutura hospitalar para ensinar a prática aos seus graduados e nem para proporcionar a residência médica aos mesmos.

Ao falar a IMPRENSA POPULAR este médico, dono de um grande hospital em Porto Velho, explicou que viu na decisão do Mec uma demonstração de interesse pela qualidade do ensino médico.

A inovação introduzida pelo MEC foi a exigência, para aprovação de novos cursos, de que a instituição tenha hospital próprio, centros cirúrgico e obstetrício, profissionais capacitados e condições de proporcionar residências médicas a seus graduados.

A Organização Mundial da Saúde considera ideal a existência de um médico para cada grupo de mil habitantes e o Brasil já tem um para cada 500.


Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: