Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qui,   19/setembro/2019     
política

“O PT não é melhor mas é diferente dos outros.” Palavras do prefeito

18/4/2006 03:42:31
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



A sentença foi proferida por Roberto Sobrinho. Ela põe fim à imagem do PT como um ícone da ética e da moralidade. 


 Roberto Sobrinho, o prefeito petista da capital rondoniense, não teme uma reação de confronto do povo com o PT nas eleições deste ano. Falando com Imprensa Popular durante o café da manhã oferecido pelo partido aos jornalistas de Porto Velho, no último dia 10, Sobrinho desmentia os rumores sobre a sua saída do partido, após as eleições enquanto afirmava sua crença numa vitória da “companheira” Fátima Cleide na disputa pelo Palácio Getúlio Vargas.

O prefeito insistia no ponto de vista sobre o qual as práticas delituosas ou aéticas praticadas por um grupo de pessoas enfronhadas no PT “não podem ser imputadas a toda a militância petista”. Reforçando sua opinião, o prefeito louvava Fátima Cleide, por ser uma política retilínea, consciente de suas obrigações sociais e éticas.

E foi então que o prefeito aprofundou sua maneira especial de ver seu partido. “O PT é diferente de todos, mas não é melhor do que as demais siglas”. Ele reconhece que muitas pessoas achavam que os petistas eram santos, absolutamente imaculados. E votavam nos candidatos seduzidos por esta fantasia.

“Isto ficou no passado. Agora todos sabem que os integrantes do PT eram exatamente iguais aos integrantes dos outros partidos, mas mesmo assim também está claro que o partido é diferente dos demais, podendo por isso reafirmar seu princípio de lutar pela transparência da política brasileira, pelo debate desassombrado dos grandes desafios do povo brasileiro, inclusive os desafios de recuperação de valores éticos”. A diferença maior do PT e seus concorrentes, alinhavou Roberto Sobrinho, “é conhecer a alma do povo brasileiro, ficando credenciado para lutar contra a promiscuidade política, um dos problemas da política rondoniense que precisa ser superado para a retomada do desenvolvimento”, concluiu.

(Publicado na edição nº 79, de 11 a 20 de abril de 2006)


Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: