Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qua,   17/julho/2019     
reportagem

Ipam termina o ano mais de 50 milhões no fundo de previdência

21/12/2005 21:31:32
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



Os números falam por si. O prefeito acertou na escolha do presidente do Ipam, instituto que garante a aposentadoria dos servidores públicos e presta serviços de assistência médica 18.600 pessoas. 


 Até o ambiente mudou no Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Porto Velho. Não existe mais aquele clima de comitê político dos anos anteriores. Lá está na presidência Manoel Néri, que substituiu a vice-prefeita e está realizando um trabalho de reconhecida seriedade não só nos meios políticos mas também entre os segurados e os fornecedores da instituição.

Com o apoio integral do prefeito Roberto Sobrinho, o presidente do Ipam, Manoel Néri vai fechar o ano podendo apresentar um crescimento da ordem de 70% nas finanças do Instituto. Quem é assegurado tem a tranqüilidade de que na hora de aposentar não haverá o risco de sobressaltos, pois os seus proventos estão garantidos. Quando a nova administração assumiu em janeiro desta ano, o fundo de previdência tinha reservas da ordem de R$ 35 milhões. Este volume chega ao final do ano ultrapassando os R$ 70 milhões.



ATENDIMENTO AMPLIADO

Paralelamente ao aumento da solidez do fundo previdenciário, a nova administração conseguiu melhorar sensivelmente o atendimento dos segurados na área da saúde. Não só o número de pessoas, entre segurados e dependentes, cresceu (18.600) como também a rede de atendimento médico.

De acordo com Manoel Néri praticamente todos os hospitais de Porto Velho, com exceção do Nove de Julho, estão credenciados pelo Ipam para atender seus beneficiários. E hoje estas pessoas são atendidas com presteza e respeito porque “acabou aquele problema enfrentados pelos prestadores de serviços conveniados, na hora de receber seus créditos”.

São mais de 150 profissionais liberais credenciados nas mais importantes especialidades médicas. Quem é segurado do Ipam conta até mesmo com atendimento de endocrinologista e tratamentos odontológicos. Manoel explicou que “tudo isso acontece” porque “o prefeito tem um respeito muito grande pelos servidores públicos”, sem os quais “a administração não pode funcionar bem”.

É claro que para adquirir esta saúde financeira “foi necessário implementar uma gestão comprometida com a política ética do prefeito, fazendo as coisas com austeridade”. Essa nova visão de cuidar da coisa pública, contou Manoel a Imprensa Popular, que através de licitações “se baixasse em até 80% o valor de muitos contratos, como o que o Ipam mantinha com empresa de prestação de serviço de vigilância”.



AJUSTES

É claro que o Ipam ainda tem muitos problemas a solucionar. Mas os ajustes, diz Manoel, estão sendo feitos. Este foi o caso da adequação da legislação que normatiza a vida do Ipam. Ela finalmente foi adequada à legislação federal sobre previdência, graças à aprovação dos vereadores de um projeto de lei encaminhado pelo prefeito em outubro desse ano.

Outro problema que precisa ser equacionado, como disse o presidente do Instituto, é na contratação de servidores. Manoel diz que a realização de um concurso público no próximo ano está sendo estudada juntamente com o prefeito, “mas desta vez ninguém ficará no prejuízo como aconteceu quando na gestão passada se tentou um concurso e as pessoas acabaram sofrendo danos materiais, porque o dinheiro que pagaram como taxa de inscrição foi parar na conta de uma empresa chamada “Sorriso”, que não repassou os valores aos cofres públicos”.

Se o concurso for realizado, a idéia é isentar aqueles que foram prejudicados na “novela Sorriso” de pagar outra taxa para se inscreverem.

Hoje o Ipam funciona com 32 servidores, todos do quadro da Sedam, cedidos pela administração municipal. Para Manoel Néri o Ipam precisaria ter um quadro próprio de servidores, na ordem de 62 pessoas.


Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: