Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qui,   18/julho/2019     
reportagem

Sururu das lantejoulas: reforçadas acusações contra promotor da parada gay

1/9/2005 00:46:35
Por Edson Lustosa
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 


 Não deu certo a estratégia adotada pelo cabeleireiro Paulo Santiago, promotor da Parada Gay, ao tentar intimidar com queixa na polícia não apenas as pessoas que o acusam de estelionato e violação de direitos autorais, mas até mesmo o jornalista que noticiou o fato. Ao comparecem à 7ª Delegacia de Polícia, o tesoureiro da Associação Projeto Vida, Marconi Moraes de Vasconcelos, e o presidente do Grupo Gay de Rondônia, Hélio Costa, não apenas confirmaram todas as informações publicadas em Imprensa Popular, como deram às autoridades policiais maiores detalhes sobre os procedimentos criminosos de Paulo Santiago.

Marconi lembrou que em agosto de 2004, mediante a queixa que registrou na 7ª DP, Santiago se comprometera perante a autoridade policial a apresentar a prestação de contas das verbas que manipulou, destinadas à Parada Gay, já que movimentou conta corrente no Banco do Brasil da avenida Jatuarana sem a assinatura do tesoureiro e sem prestar contas aos associados. Só do Ministério da Saúde, foram mais de R$ 15 mil que vieram para o evento.

Hélio Costa sustentou que Paulo copiou mais de quarenta páginas de um dicionário de gírias gay disponibilizado na Internet, incluindo o tal material em seu livro sem sequer citar a fonte, como se o texto fosse de sua autoria. Os verdadeiros autores do trabalho já foram comunicados e, segundo Hélio Costa, devem adotar as providências judiciais cabíveis contra Paulo Santiago que, assim, terá mais um inquérito para responder.

---------------------
LEIA TAMBÉM:
Promotor da parada gay é acusado de estelionato


Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: