Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  seg,   16/setembro/2019     
reportagem

Preso em MT acusado de matar taxistas

11/9/2004 17:32:03
Por Marcelo Godoy
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



"Fui eu mesmo." Com essa frase, Anestor Bezerra de Lima, de 30 anos, confessou aos policiais militares de Conisa (MT) que √© de fato o matador de taxistas. Lima foi preso √†s 17h30 de sexta-feira em uma barreira montada por quatro PMs, a pedido de policiais de Machadinho d¬īOEste (RO), onde ele contratara na quinta-feira √† noite sua √ļltima viagem de t√°xi. Oitenta quil√īmetros adiante, j√° dentro de Mato Grosso, Lima matou o motorista. Mas, desta vez, o taxista reagiu e Lima foi alvejado no bra√ßo e na perna. Ele pegou, ent√£o, carona com um caminhoneiro e acabou detido no bloqueio. 


 Com o acusado, os policiais encontraram tr√™s carteiras de identidade. Uma estava em seu nome, a segunda era o documento de um homem chamado Daniel e a √ļltima pertencia a um cabo do Ex√©rcito. Ele tamb√©m portava a pistola calibre 7,65 mil√≠metros usada em seus crimes. Com a v√≠tima de quinta-feira, a pol√≠cia j√° tem certeza de que Lima fez dez v√≠timas - nove pessoas morreram e uma sobreviveu.

Para chegar a Rond√īnia, o matador de taxista apanhou um avi√£o no Paran√° e desembarcou em Porto Velho (RO). De l√°, apanhou um t√°xi para Machadinho d¬īOeste, de onde apanhou outro para Mato Grosso, em dire√ß√£o √† cidade de Ju√≠na. Policiais de S√£o Paulo voaram para Mato Grosso levando os mandados de pris√£o nas m√£os para trazer o preso para o Estado.

A pris√£o de Lima p√Ķe fim a uma ca√ßada iniciada na semana passada, quando a pol√≠cia descobriu que era ele o respons√°vel pelo aparecimento misterioso de corpos sem identifica√ß√£o na regi√£o da Estrada de √Āgua Limpa, em S√£o Bernardo do Campo (SP). Nas investiga√ß√Ķes, a pol√≠cia descobriu que cinco corpos eram de taxistas contratados em Minas por Lima e assassinados em S√£o Paulo - outros quatro corpos achados na regi√£o continuam sem identifica√ß√£o e, segundo o delegado Marco Ant√īnio de Paula Santos, da Delegacia Seccional de S√£o Benardo do Campo, podem ser de v√≠timas do taxista.

Depois, surgiu o caso de um taxista contratatdo em Campinas e morto a caminho de São Paulo - Lima estava em Campinas naquele dia e tem uma irmã que mora naquela cidade. Uma outra vítima desapareceu depois que saiu com Lima para comprar um Santana que o matador havia roubado de um taxista mineiro. Ao todo, o preso é acusado de matar oito pessoas em São Paulo - entre elas seis taxistas mineiros - e de tentar matar uma outra vítima, que sobreviveu.

Fonte: Agência Estado - Estado de São Paulo


Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: