Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  sex,   23/agosto/2019     
reportagem

Receita começa a receber Declaração Anual de Isento do IR

21/8/2004 11:16:12
Por Agência Brasil
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



Começou hoje e vai até o dia 30 de novembro o prazo para a entrega da Declaração Anual de Isento de 2004. Enquadra-se nesta situação todo o contribuinte cuja soma de rendimentos em todo o ano passado foi de até R$ 12,696.  


 É bom lembrar que as informações são referentes a 2003, portanto o redutor de R$ 100, que passa a vigorar em agosto e vai até dezembro, incluindo o 13o salário, não entra no cálculo.
Quem deixar de entregar a declaração por dois anos seguidos terá o CPF (Cadastro das Pessoas Físicas) cancelado. Se o documento deixar de enviado por apenas um ano, o cadastro do contribuinte passa a ser considerado como pendente.
Segundo informações da Receita Federal, nessa situação a pessoa é impedida de abrir conta em banco, solicitar crediário, participar de concurso público, realizar transações que exijam registro em cartório e tirar passaporte, entre outros casos.
A novidade, neste ano, é que o Banco Popular do Brasil, empresa do Banco do Brasil passará a receber as declarações de qualquer pessoa ao custo de R$ 1. Os outros meios disponíveis continuam sendo: Internet (www.receita.fazenda.gov.br), Receitafone (0300-78-0300), Lotéricas, Correios e Banco do Brasil, para correntistas e seus dependentes.
A Receita Federal só receberá a declaração de quem apresentar o comprovante de rejeição, emitido por um dos meios utilizados pelo contribuinte ao tentar enviar o documento.
A declaração de isento existe desde 1998 e foi criada para acabar com as duplicidades no CPF, registros falsos, de “laranjas” e excluir dados de pessoas mortas do cadastro.

Fonte: Associação Cidade Verde - http://www.portovelhoagora.com.br/


Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: